Cassio Cardoso

HDD  —  Happiness Driven Development

Hoje cedo abri minha caixa de email e me deparei com as sugestões do GitHub, dentre elas, uma me chamou muito a atenção:

https://github.com/scottefein/the-happiness-manifesto

Afinal, o que faz um desenvolvedor feliz?

Salário? Benefícios? Nome/status da empresa? O ambiente de trabalho? O horário flexível? O café grátis? Poder ir trabalhar de bermuda e camiseta? Poder trabalhar de pijama… de casa.

Esses são alguns dos pontos relevantes na hora de decidir se a oportunidade que apareceu é a mesma com a qual você estava sonhando. Mas esses fatores não são os únicos pontos levados em consideração.

Cultura

Cultura é um tema complexo pois envolve diversos aspectos do gerenciamento de uma empresa. Desde a existência (ou não) de um dress-code até como os funcionários se envolvem no processo de tomada de decisão.

Cultura num time de desenvolvimento significa estar aberto a novas idéias, conceitos e metodologias. Estar disposto a arriscar e errar. A aprender com estes erros e construir produtos que causem "UAU" nos seus usuários.

Cultura também envolve pensar nos seus funcionários. Funcionários felizes e motivados produzem mais, então investir no bem-estar e desenvolvimento pessoal dos seus funcionários é investir na melhoria da empresa.

Estar em uma empresa que demonstra comprometimento com o bem-estar do funcionário é um diferencial que tem muito peso na hora de tomar uma decisão.

Ambiente

Estar em um ambiente saudável onde compartilhar conhecimento, descobertas e experiências é incentivado faz bem. Isso motiva toda a equipe, cria laços e torna o processo de solução de problemas algo em que toda a equipe participa, unida.

Ter um ambiente saudável também está relacionado com o tipo de funcionário que você contrata e mantém na empresa. Existem funcionários que tem o poder de fazer com que os outros rendam ainda melhor, mas existem aqueles que são tóxicos e que fazem exatamente o oposto contaminando o ambiente e causando um mal-estar com todos.

Alguns desses aspectos só aparecem no dia-a-dia de trabalho e o que você faz a respeito dessas situações está diretamente relacionado com o tipo de ambiente que você fornece para seus funcionários.

Desafios

Ter um trabalho empolgante, desafiador, aquele que você precisa pesquisar, pensar, testar, para encontrar uma solução para o problema é algo importante. Ter um novo desafio a cada dia, evoluir com eles, aprender novos conceitos e melhorar práticas antigas.

Aquela sensação de conseguir fazer algo novo, diferente, exatamente como você planejou, é algo muito bom. Que nos motiva a tentar coisas novas, para aprender mais, evoluir sempre.

Tecnologia

Qual é o número de desenvolvedores que se interessam por vagas para trabalhar com VB6 ou Pascal hoje em dia? Utilizar linguagens e frameworks antigas/defasadas possui um aspecto positivo pois boa parte dos desenvolvedores possui alguma experiência ou conhecimento dessas linguagens.

Mas essa escolha tem um grande ponto negativo: a maioria dos desenvolvedores está em busca de novos desafios e de trabalhar com novas tecnologias. Isso é particularmente fácil de ver no mundo front-end com o crescimento muito rápido de frameworks e bibliotecas como AngularJS, React, Ember.JS, etc nos últimos anos.

Hoje, dificilmente um desenvolvedor front-end se animará em fazer parte de um projeto onde a única biblioteca disponível é o jQuery.

Processos

Nenhum desenvolvedor gosta de caos, de receber tarefas para fazer no dia sem saber o real propósito de estar trabalhando naquilo no momento. Muitos dos processos de metodologias ágeis visam corrigir esse problema.

Trabalhar em sprints trás um entendimento maior do porquê tais tarefas são importantes no momento em que elas estão sendo feitas.

Salário e Benefícios

Outro fator que todos levam em consideração é o quanto irão ganhar, afinal todos temos contas para pagar no final do mês. Porém não é só o valor do salário em si que entra na conta, mas também os benefícios oferecidos pela empresa.

Atualmente é fácil conseguir informações de mercado e valores de salários então boa parte das empresas tem oferecido valores bem parecidos, ter benefícios como a possibilidade do desenvolvedor escolher seu setup, horários flexíveis, home-office, apoio a projetos open-source fazem a diferença na hora de decidir entre duas propostas.

Não deixem de visitar o manifesto "Happiness Driven Development" e comentar quais pontos são importantes na avaliação de vocês.